10 de jul de 2010


Sem perdão não há amor. Diga-me quem mais você perdoou na vida, e então eu saberei dizer quem você mais amou. O amor é a equação onde prevalece a multiplicação do perdão. Você o percebe no momento em que o outro fez tudo errado, e mesmo assim você olha nos olhos dele e diz: "Mesmo fazendo tudo errado, eu não sei viver sem você. Eu não posso ser nem a metade do que sou se você não estiver por perto". O amor nos possibilita enxergar lugares do nosso coração, que sozinhos jamais poderíamos enxergar.

louyse karolyne viana cardoso, MINHA MELHOR! ♥


mas enquanto eu existir, você nunca estará só. 


eu olhei pro lado e me senti tão segura, foi como saber que há algo me segurando e me mantendo firme. Sorrisos, segredos, momentos, loucuras e aventuras, desde muito tempo tem sido assim. Lágrimas antes mesmo de caírem, estão secas. São aqueles conselhos, eles tem esse poder de amenizar qualquer dor que eu venha a ter, me fazem recuperar forças já perdidas. Nada é tão valioso quanto isso, nada pode ser tão forte e tão verdadeiro. Posso andar de olhos fechados, porque eu sei que não cairei, há quem vá me segurar pelos braços e me acompanhar até que eu consiga ficar em pé . Eu guardarei tudo comigo, só eu sei o que poucos sabem, o valor que há em uma amizade de verdade.

29 de jun de 2010

             

espere pelo homen que te beije na testa e desembarace os seus cabelos que ele mesmo embaraçou. aquele que saiba diferenciar os momentos em que você quer que ele te puxe pelos cabelos, daqueles que você só deseja dormir nos braços dele e sentir-se protegida. espere o homem que saiba enxugar suas lagrimas e aguentar sua TPM, mas que não deixe você extrapolar em suas neuroses e inseguranças usando isso como desculpa. um homem que ria de suas bobagens e escute seus sonhos, mesmo que não tenha absolutamente nada a ver com os dele. aquele que te admire como ser humano. espere por um homem que faça você sorrir quando tudo parecer insuportável e que quer te mostrar para todos mesmo quando você está desarrumada, suada e que te ache a mulher mais linda e interessante do mundo mesmo quando você esta sem nenhuma maquiagem ou recém acordou. um homem que segure sua mão na frente dos amigos dele. aquele que faz um grande esforço pra te ver apenas 15 minutos e faça esse pouco tempo valer seu dia! 

5 de jun de 2010


Sempre escondendo ou tentando esconder o coração. Como se essa fosse a melhor forma de se proteger das pessoas e das feridas que elas podem causar.

27 de mai de 2010

calma.




olha, não fique assim não. .vai passar. Eu sei que dói, é horrível. Eu sei que parece que você não vai aguentar, mas aguenta. Sei que parece que vai explodir, mas não explode. Sei que dá vontade de abrir um zíper nas costas e sair do corpo porque dentro da gente, nesse momento, não é um bom lugar para se estar. Dor é assim mesmo: arde, depois passa. Aliás, a vida é assim: arde, depois passa. A gente acha que não vai aguentar, mas aguenta as dores da vida. Pense assim: agora está insuportável, agora você queria abrir o zíper, sair do corpo, encarnar numa samambaia, virar um paralelepípedo ou qualquer coisa inanimada, anestesiada, silenciosa. Mas agora já passou, agora já são dez segundos depois da frase passada. Sua dor já é dez segundos menor do que há duas linhas atrás. Você acha que não porque esperar a dor passar é como olhar um transatlântico no horizonte estando na praia. Ele parece parado, mas aí você desvia o olho, toma um picolé, lê uma revista, dá um pulo no mar e quando vai ver o barco já está lá longe. A sua dor agora, essa fogueira na sua barriga, essa sensação de que pegaram sua traquéia e seu estômago e torceram como uma toalha molhada, isso tudo - é difícil de acreditar, eu sei - vai virar só uma memória, um pequeno ponto negro diluído num imenso mar de memórias. Levante-se daí, vá tomar um picolé, ler uma revista, dar um pulo no mar. Quando você for ver, passou. Agora não dá mesmo para ser feliz. É impossível. Mas quem disse que a gente deve ser feliz sempre? Isso é bobagem. Como cantou Vinícius: "É melhor viver do que ser feliz". Porque para viver de verdade a gente tem que quebrar a cara. Tem que tentar e não conseguir. Achar que vai dar e ver que não deu. Querer muito e não alcançar. Ter e perder. Tem que ter coragem de olhar no fundo dos olhos de alguém que a gente ama e dizer uma coisa terrível, mas que tem que ser dita. Tem que ter coragem de olhar no fundo dos olhos de alguém que a gente ama e ouvir uma coisa terrível, que tem que ser ouvida. A vida é incontornável. A gente perde, leva porrada, é passado para trás, cai. Dói, eu sei como dói. Mas passa. Está vendo a felicidade ali na frente? Não, você não está vendo, porque tem uma montanha de dor na frente. Continue andando. Você vai subir, vai sentir frio lá em cima, cansaço. Vai querer desistir, mas não vai desistir, porque você é forte e porque depois do topo a montanha começa a diminuir e o único jeito de deixá-la para trás é continuar andando. Você vai ser feliz. Está vendo essa dor que agora samba no seu peito de salto agulha? Você ainda vai olhá-la no fundo dos olhos e rir da cara dela. Juro que estou falando a verdade. Eu não minto. Vai passar.




é incrível como uma pessoa pode partir seu coração e mesmo assim você continua amando-a com todos os pedacinhos.

24 de mai de 2010




No amor, ninguém pode machucar ninguém, cada um é responsável por aquilo que sente e não podemos culpar o outro por isso... já me senti ferida, quando perdi o homem por quem me apaixonei, hoje estou convencida de que ninguém perde ninguém, porque ninguém possui ninguém... essa é a verdadeira experiência de ser livre: ter a coisa mais importante do mundo sem possui-lá.
 
Paulo Coelho

20 de mai de 2010




tem horas que eu quero te matar.mas, em outras, eu me mataria por você.

19 de mai de 2010

eu gosto..


Sempre fui bastante complicada, mas muito convicta nas minhas decisões. Pra falar a verdade, eu quase nunca tenho certeza. Vivo sempre mudando de idéia e fazendo escolhas erradas. É, errando que se aprende, né? rs. Não se dizer quem eu sou.. mais eu sei muito bem do que eu gosto! Gosto de carinho, de abraços sinceros e de sorrir por motivos bobos. Gosto que mecham em meus cabelos quando durmo,e gosto de dormir com a luz apagada. Gosto de dormir tarde. Gosto de pipoca com chocolate e filme de comédia romântica. Gosto de gritar. Gosto de falar o que sinto, de me descontrolar e fazer escândalo. Gosto de falar o que vem na cabeça. Gosto de bebidas quentes e destiladas. Gosto de esmaltes. Gosto de cores que chamam atenção. Gosto de sair pra fazer compras com minha mãe. Gosto de calça jeans. Gosto de praia,sol e mar. Gosto do verão. Gosto de viajar. Gosto de olhar pela janela, as estrelas á noite. Gosto de chuva forte. Gosto do inverno. Gosto da minha família. Gosto do meu cachorro, e dos meus falecidos peixes. Gosto das minhas três amigas que tem o juízo no pé. Gosto do meu amigo que tem o pé grande. Gosto do meu namorado que tem o braço grande, e o juízo no pé. Gosto de como essas pessoas me fazem feliz. Gosto de quando elas cuidam e se preocupam comigo. Gosto de maracujá, e de tudo que se deriva dele. Gosto do sorvete de manga da minha mãe, e do macarrão da minha vó. Gosto do coração de boi da minha outra avó. Gosto de pizza com bordas. Gosto de ganhar presentes. Gosto de surpresas. Pra falar a verdade, gosto de muita coisa.. tanta coisa, que tem coisa que eu ainda não sei, mais devo gostar. Gosto de escrever textos na aula chata de biologia, que é uma e meia da tarde. Gosto do lugar que estou sentada, e do frio que estou sentindo. E, acabo de perceber que gosto de falar sobre o que eu gosto ! haha :D

gaabis - 18.05 :*

siim, sou eu na foto '-'

a risada, e o veneno.



E por mais que eu desperdice minhas palavras tentando impedir suas atitudes fúteis, eu tento e não consigo achar o motivo por que ainda estou com você. Apesar de meu coração doer e despedaçar, ultimamente isso me deixou insignificantemente mais forte. Chorar já não alivia, gritar já não ameniza. Meu coração se acostumou, mais ou menos uma dor, são apenas consequências do meu medo. Me atormenta ligeiramente pensar em esquecer você, por mais que eu queira, por mais que eu tente, por mais que seja quase impossivel, eu ainda tenho esperanças de uma dia olhar pra você, e apenas olhar. Não sentir minha alma gritar de dor, não sentir meu corpo arrepiar friamente e minhas pernas ficarem bambas e frágeis rapidamente. Queria eu apenas olhar, abaixar os olhos e seguir em frente, sem ao menos pensar: ‘esta foi a pessoa que eu mais amei na vida..’ nem me morder de vontades de voltar, te olhar e gritar bem alto, aos léus que eu amo você. Queria eu deitar em minha cama, olhar para o céu pela janela no meu quarto, contar estrelas e não deixar cair uma lágrima destinada á voce. Queria eu poder dizer que está tudo bem, que está tudo lindo, e que não ligo nem um pouco, reação á tal pergunta idiota. Não, eu não me sinto bem, e não esta tudo lindo como deveria. E o motivo tem nome e sobrenome, tem pernas, boca e coração. Mais não preciso disso, não preciso jogar na sua cara que a culpa é sua, que é voce que me faz mal, quando deveria me fazer feliz todos os dias da minha vida, como você prometeu. Prometer não é uma atitude ética, quando a promessa esta vindo de voce. Prometer é jurar, dar uma garantia, ter como referencia. Prometer e não cumprir, é trapaça. É dor, é sofrimento. É amor não correspondido, é perder tempo escrevendo um texto que você nem sonha que existe, nem pretende ler. Talvez depois de que ele escorregue por baixo da sua porta, você veja, entenda, leia e sinta um pouco da dor, que esta estampada em cada palavra desse refrão, e talvez seja tarde de mais

‘ você bate em minha porta, e ninguém atende. Entra rapidamente pela janela do meu quarto e me encontra, sentada, paralizada. Na minha mão uma foto sua, e na outra um pote de veneno.. como pode acontecer assim? 

excesso -



Eu tenho uma grande necessidade de receber carinho, e de ter carinho. Eu tenho uma grande necessidade de ser amada, de me sentir adorada, e de que alguém sinta falta de mim. Pode ser que às vezes eu exagere e passe um pouco da sutil realidade. É que eu tenho medo de ficar sozinha, e me afogar na angústia que é não ter ninguém. Talvez as minhas lágrimas sejam de saudade, ou dor por algum fato que nem aconteceu. Tenho medo da dor que me consomes as 24 insistentes horas do dia, e tento superar com um pouco de chocolate, ouvindo uma música baixa e melancólica, e minha cama de dormir. Tenho medo de acordar esquecer tudo àquilo que só foi um sonho, e voltar para essa trágica realidade que me atormenta cada vez mais. Tenho medo da desesperança crônica do amanhã. Tenho medo de sonhar de mais, de ir além do esperado e cair em pesadelo.. Os dias estão escuros e o sol já não brilha mais pra mim. Chorar, já não consome minha dor, e acabo de perceber que chocolates só me engordam. Vi, que músicas baixas só me dão sono, e que dormir também não me faz mais feliz. Percebi que tenho medo de tantas coisas, mas que a minha maior ância é me olhar no espelho e não me encontrar. Acho que eu tenho uma grande necessidade de atenção.. Mas que isso deve partir primeiro, de mim mesma.

Eu não quero ser a sua outra metade. Eu acredito que um mais um são dois.



E o meu pensamento insiste em te procurar, em todos os lugares, insiste em voltar a me atormentar com velhas ilusões de promessas fáceis, na ância de querer te ter. sinto estar nun beco sem saída, nun labirinto infinito onde o alvo principal é o teu coração. Isso se parece com o fim da vida, o fim do nosso amor que nem chegou a acontecer.Afinal, é um amor que só foi meu, um amor que nunca te convenceu a mudar de rumo e me fazer feliz. Amar sozinha é perca de tempo, é um tormento a lamentável reação do não. É dor, a cada fracasso, a cada lágrima caída ou pedaço de papel rasgado e jogado no chão. Ainda pior que a convicção do não, é a esperança do talvez e a desiluzão do quase. E por falar em esperança, essa sim, é imortal, porque por mais que eu queira desistir, cada queda me faz mais forte e resistente. Você não é o meu primeiro amor, e nem será o último, é apenas mais um. Talvez intitulado como o inesquecível, ou apenas como aquele que passou. Melhor assim, talvez sofreríamos mais, talvez eu perderia mais tempo, talvez eu fosse a mulher  da sua vida, e talvez aquela que você acabou de perder. Felizes para sempre? Só em contos de fadas e histórias de princesas. Essa vida fútil, de mentiras frias não é para mim. Talvez a morte doa menos que o amor.. custa tentar? 

E o sangue quente escorreu rápido sobre minha pele..