27 de out de 2009

você se foi.



sozinha no quarto, deitada na cama, o pensamento sempre distante. Lembranças que insistem no meu pensamento, lembranças que nunca se apagarão da memória. Meu pensamente me leva até você, e a saudade insiste em me ferir. Uma dor enorme e incontrolável toma conta de mim. Sinto seu perfume ainda em mim. Lugares por onde passamos juntos, hoje passo sozinha, e só com a saudade no peito, e as lembranças, como se fosse ontem. Frases que ouvi de você, quando as ouço hoje, lembro de ti, e isso me dói. Lagrimas insistem em cair no travesseiro, queria controlá-las, mas a dor é maior do que eu.  Onde está você agora?
Como te esquecer se você está em mim? Metade de mim se foi, quando te vi partir. Metade de mim, hoje está com você. 

-

0 comentários:

Postar um comentário